quarta-feira, fevereiro 22, 2006

Enquanto não surgem roteiros sobre a Geodiversidade Terceirense

O termo Geodiversidade ainda não é consensual.
Os roteiros turísticos que existem sobre esta ilha, pouco ou nada fazem referência sobre o património natural geológico e hidrológico.
Assim, enquanto as discussões se prolongam e não surgem guiões que possam auxiliar-me nesta procura cessante sobre o tema, limito-me a explorar o território terceirense como uma mera “forasteira” concluindo, através da observação (não muito atenta) , que a biodiversidade está intimamente relacionada com geodiversidade.

Eis o que encontrei em apenas dois locais da zona oeste da ilha Terceira:


1 - Santa Bárbara, junto da Nossa Senhora do Pezinho. O que será que podemos encontrar aqui?




2 - Algures no Posto Santo onde podemos ver a sublime montanha do Pico.
E os líquenes que aqui encontramos serão bio-indicadores de que vivemos numa região menos poluída?










9 comentários:

Fátima Silva disse...

Natália.
As fotografias estão lindas e muito elucidativas.
Estamos a ter oportunidade de observar escoadas de lava em Santa Bárbara e a tranquilizarmos com a presença dos nossos amigos líquenes, quanto à poluição. Penso eu!
O facto de não haver roteiros dar-te-á um prazer infinito de exploradora e quem sabe percussora de algum projecto desse tipo. Não?
Parabéns por teres voltado a dinamizar este espaço. Estava a fazer falta.
Beijinhos

Desambientado disse...

Muito bem.

Pensei que tinhas desistido de blogar. Até já tinha removido o teu blog.

Natália de Abreu disse...

Desambientado,
Não desisti do blog, apenas o facto de não ter internet em casa dificulta a actualização deste recurso. Mas ainda bem que tem sempre consigo a "abelhinha atenta".

Natália de Abreu disse...

Fátima,

Sempre atenta deixas sempre a tua deixa, pode ser que assim me incentive... Mas o pessoal lá do mestrado quer que eu me vir também para a análise curricular! E logo eu que não sou nada virada para as letras...

Bjs e aparece lá por casa.

Natália de Abreu disse...

Fátima,
além do interesse pela geodiversidade podes sempre ver o que o pessoal do Agr.23 anda a fazer. Ainda não os apanhei em contacto com a Natureza, mas eu vou conseguir.
o blog é: www.agrupamento23.blogspot.com

Fátima Silva disse...

Natália.
Tens de ser firme nos teus propósitos. Sobretudo canalizar a investigação de forma a que satisfaças a tua sede de saber que é muita.
Não desistas. Se Querem a análise curricular tudo bem, mas que não seje esse o teu principal propósito.
Continua a desenvolver a ideia que tinhas que era muito rica.
Não te esqueças de aqui colocar as tuas descobertas.
Beijinhos.
Obrigada pela dica do blog do agr.23

Desambientado disse...

Entende-se perfeitamente.
Mais calma?

Cidalia disse...

Ainda bem que voltaste!!!
Beijinhos Cidália

sednaa disse...

Magnificas fotografias sem dúvida, vais fazer um óptimo trabalho, continua precisamos de pessoas com sede de saber...mas sabes que em mestrado a´parte curricular é importante, faz um esforço vale a pena.